A masturbação causa queda de cabelo?

Há muitas lendas sobre a masturbação. Uma delas é que a prática da Masturbação Pode Causar Queda de Cabelo. Assim como os outros mitos, a ideia de que a prática ocasionará a perda do cabelo, não é verdade. Não há absolutamente nenhuma evidência científica ligando a masturbação à perda de cabelo e nem qualquer relação entre a quantidade de sexo e a espessura ou a saúde do seu cabelo.

Embora alguns sites afirmem que a Masturbação causa Calvície, utilizando até termos científicos (menções de hormônios,deficiências proteicas e minerais no fluido seminal) para comprovar a tese, é uma lenda.

Abaixo, veremos os motivos mais comuns em que a masturbação supostamente causaria a perda de cabelo.

Mito 1: Masturbação faz com que seu corpo produza DHT

Dihydrotestosterone, conhecido como DHT, é um hormônio sexual masculino e o principal causador da calvície masculina. 
O DHT liga-se a receptores em seu couro cabeludo e miniaturiza os folículos pilosos em torno de seu cabelo e coroa, resultando em perda de cabelo para homens com sensibilidade genética ao DHT.

Um dos motivos mais comuns usados ​​para sustentar a alegação de que a masturbação causa a perda de cabelo é que a prática resulta na liberação de hormônios, incluindo o DHT.

Saiba que dados científicos contradizem a afirmação de que a masturbação tem algum efeito sobre o DHT e outros hormônios masculinos. De fato, há vários estudos que mostram que a atividade sexual não tem efeito mensurável na produção de testosterona ou DHT.

Um estudo compara homens com função sexual normal a homens com disfunção sexual. Os resultados finais mostram que ambos os grupos de homens têm níveis de testosterona parecidos.

Outro estudo comparou homens com níveis normais de atividade sexual a homens que deliberadamente evitaram a atividade sexual. Os dados da amostra de sangue não mostraram diferença entre os dois grupos nos níveis de testosterona total, testosterona livre e hormônio luteinizante (LH). Como a DHT é um metabólito da testosterona, é extremamente improvável que a atividade sexual (seja masturbação ou relação sexual) tenha algum efeito, positivo ou negativo, nos níveis de DHT.

Mito 2: A masturbação reduz os níveis de proteína, causando perda de cabelo.

Embora seja verdade que o sêmen contém proteína, se masturbar ou fazer sexo não tem efeito significativo sobre a quantidade de proteína disponível para seus folículos pilosos.
A quantidade de proteína que você perde quando tem o orgasmo é insignificante em comparação com a ingestão de proteína da pessoa média. 
Assim como a suposta ligação entre masturbação e DHT, não há correlação entre masturbação e deficiência de proteína.

Mito 3: O controle da ejaculação é importante para "Equilíbrio hormonal"

Esse mito é uma variação da alegação de que a "masturbação afeta o hormônio DHT" no qual desmascaramos acima, apesar da alegação adicional de que a masturbação afeta o equilíbrio total de hormônios em seu corpo.

Embora seja verdade que o sexo tenha algum efeito nos níveis de certos hormônios em seu corpo, é temporário e não está ligado à queda de cabelo.

O hormônio mais significativo liberado durante o sexo é a ocitocina, que é um hormônio peptídico que afeta os centros de prazer em seu cérebro. Esta é uma das razões pelas quais o sexo e a masturbação são bons, mas não estão ligados à saúde ou à espessura do seu cabelo.

A calvície é hormonal e genético, não é um efeito colateral da masturbação. Calvície de padrão masculino é causada por DHT, que é feita quando seu corpo converte a testosterona em DHT através da enzima 5α-redutase. Em nenhum momento a masturbação desempenha um papel real no processo de fazer com que os folículos pilosos se miniaturizem e parem de crescer

Se você notou que seu cabelo está caindo ou sua linha capilar começa a retroceder, é muito mais provável que seja um efeito colateral da sensibilidade a problemas com DHT, estresse, nutrição ou estilo de vida do que o resultado de muita masturbação. Você pode tratá-los tomando medidas para reduzir os níveis de DHT usando medicação ou mudando sua dieta e estilo de vida para eliminar os fatores que contribuem para a queda de cabelo.

Em suma, a masturbação e o sexo não afetam a linha do cabelo, a espessura do cabelo ou qualquer aspecto da saúde do seu cabelo. Caso contrário, a grande maioria da população mundial teria sérios problemas de queda de cabelo e a comunidade médica estaria muito ciente disso.